24 de mar de 2013

Como vão as coisas, Sarinha?






"Took a little time to make it a little better, It's only going out, just one thing and another, and you know..." 





Começando um post corriqueiro com uma música que eu amo muito. O que me leva a perguntar: vocês gostam de Indie, senhores meus? Bem, a autora que lhes escreve adora (principalmente Kooks, TDCC e Foster), e esta música que está acima (que se chama Something Good Can Work - Two Door Cinema Club) entrará no próximo capítulo de Trucker. Eu já coloquei indierock no capítulo 6 (se não me engano) com Pull Me In, da The Kooks, e algumas pessoas gostaram bastante. Eu adoro o ritmo dançante desse estilo, e combinemos, combina bastante com a música, não?
Leiam a letra, escutem a voz linda do Alex, e chorem comigo por que vai rolar show da TDCC no meu aniversário e eu não poderei ir.
(Por que, tipo, não moro no RJ).
Então você me pergunta: mas Sarah, e as fics? Por que Renascer está tão desatualizada? Por que o capítulo 9 da Trucker não saiu? E, MANO, CADÊ O CAPÍTULO 2 DE SEX AND STUFF? E onde foram parar as resenhas novas? E A PULLING ME DOWN, SUA VACA?
Explicarei tudo neste post.


Quando eu descobri que queria fazer parte do mundo da arte literária, eu percebi que queria deixar minha marca em alguma coisa, mas para isso, precisava descobrir, afinal, qual era minha marca. Eu soube, enquanto escrevia as OAVs, que era isso que queria fazer para o resto da minha vida. Imaginar enredos malucos, passá-los para o computador, transformar meus sentimentos em algo criativo, receber o carinho das pessoas que dedicavam alguns dos minutos das vidas delas para ler aquela história. Mas eu precisava descobrir o meu público. A minha vocação de verdade.
Foi assim que nasceram Pulling Me Down e Renascer.
Claro, existe aí a enorme diferença de tempo entre uma e outra, mas todas elas tiveram o mesmo propósito: descobrir, afinal, quem é a autora Sarah Malta? O que ela escreve? Romance, drama, comédia, YA, o quê?
Eu não sabia o que era de fato a minha praia, então fui passando por todas as praias possíveis. Com a PMD eu queria saber se era uma dessas gurias que simplesmente escreve essas fics restritas e se dá bem na vida (olá, E.L. James), e, além disso, todo mundo gosta de hentai. O que custaria escrever um bocado?
Vocês gostaram demais dessa fic, e tudo certo, mas eu só escrevi porque queria descobrir a mim mesma. E eu descobri.
Descobri que não consigo escrever um romance erótico tranquilamente.
Não se desesperem: certo, erotismo não é mesmo o meu talento, porque é uma coisa que eu gosto de fazer só de vez em quando, e não sempre, sempre, sempre, como eu fazia na PMD. Mas, honestamente, acho que vou precisar de algo legal quando começar a estudar para o PAS/SAS/ENEM. Aguardem atualizações de PMD nos fins de semana a partir de agosto.
É só isso que tenho a dizer sobre ela, ok?
Sobre Renascer: eu quis descobrir se tinha o talento todo para a coisa épica. Eu queria fazer algo bem feito mesmo, mas acho que carreguei demais. De qualquer forma, a inspiração não tá vindo pra essa fic, e eu não sei bem o que fazer.
Não estou abandonando, ok? Metade do capítulo 6 está pronto e eu pretendo finalizá-lo na primeira quinzena de abril.


Agora vamos falar sobre Sex and Stuff.
Vou ser curta e grossa, então: a fanfic entrou em hiatus. Sinto muito, e eu mereço um tiro por colocar uma fanfic que tem um capítulo apenas em hiatus. Mas eu não tive condições de continuá-la, e eu realmente gostaria de saber o porquê tanto quanto vocês! Mas convenhamos, eu já estou a quase quatro meses sem postá-la. Minha inspiração fugiu para o Alabama. 
Eu não sei o que fazer senão colocá-la em hiatus e esperar que vocês entendam.
Prometo continuar algum dia. Mesmo. Mas por agora... 


Sobre Trucker: não, não vai rolar atualização hoje (24/03). Simplesmente por que não tive tempo para escrever. Minha semana foi terrível de difícil no colégio. Tudo o que eu fiz para me divertir nesses últimos dias foi ler Shakespeare pro colégio (afinal, existe alguma obra de Shakespeare que os principais não morram no final? Chateadíssima).
Mas eu vou atualizar durante a semana. Dia 27/03 é aniversário da maior fã de todos os tempos da Trucker, e eu tô pensando em postar dois capítulos durante essa semana. Lembrando que dia 30 é meu próprio aniversário.
E talvez por dia 30 ser meu aniversário e dia 1 eu ter uma prova de matemática fodida, não vai rolar att no domingo. Mas vou att Trucker durante a semana, portanto, não aceito burburinhos!


Sobre as resenhas, eu terminei de ler A Hospedeira, de Stephenie Meyer. E, olha, gente, me surpreendeu pra caramba. Essa sexta-feira sairá o filme, mas eu acho que só vou ver lá pro meio de abril no cinema, isso, é claro, se eu for. Mas resenha do livro sai muito em breve.
Também estou enrolando pra resenhar Melancia e Lola e o Garoto da Casa ao Lado. Tem, além disso, um Livro X Filme das adaptações do Nicholas Sparks, lembrando que Um Porto Seguro sai daqui a poucos dias também. Vão esperando essas coisinhas lá para abril, ok?


Fora isso, não tem mais nada que eu precise conversar com vocês. Mas não deixem de socializar lá no twitter (@contextuando), no face (/contextuando) e também na ask do tumblr (con-textuando.tumblr.com/ask). Aguardo com afinco.
Muito amor no coração de vocês ♥



Nenhum comentário:

Postar um comentário