24 de out de 2013

Cantadas de Leitor



Alô, (con)textuados lindos! É quinta-feira e Sofia chegou… mas não com uma resenha.
Afinal, admita: um dos seus maiores sonhos é conhecer aquele(a) garoto(a) fofo(a), talvez tímido(a), que ame tanto seus bebês de papel quanto você. Você se delicia imaginando o dia em que vai poder partilhar uma extensa biblioteca comprada a meias com sua cara metade. Você simplesmente quer alguém que se deito junto consigo na cama, abraçado a si, e… leia.
Eu sei, meus amores. Eu sei de tudo isso. E porque Sofia é um amor de pessoa, ela decidiu que vai ajudá-lo a atingir esse objetivo! Como, você poderia perguntar? A resposta é muito simples, meus caros: com cantadas de leitor. Esse é o tipo de cantadas que, caso utilizadas num leitor, vão deixá-lo intrigado com a reviravolta de enredo que você acabou de dar à situação. Recomendação literária: use e abuse.

1. Te amo como uma metáfora silenciosa. Foi por isso que tive que usar uma comparação.
Começamos com uma mais genérica, direcionada aos amantes das figuras de estilo. Afinal, o que há de melhor do que mostrar a esse leitor gatinho que você domina o uso da sua atrativa língua? E sim, essa última frase é ambígua propositalmente.

2. Se você fosse um Dementador, eu me tornaria um criminoso só para conseguir um beijo seu.
Você sabe que eu simplesmente teria que incluir algumas cantadas potterianas – são as minhas favoritas! Admitamos que essa, além de inteligente, é romântica ao quadrado: quem, no seu juízo perfeito, quereria beijar um Dementador?! Pois é, meus lindos, isso é o que eu chamo de amor.

3. Baby, você parece ter sido criado pelo Cinna em pessoa!
Claro que, como já estamos tão próximos de novembro, eu não poderia deixar de fora os tributos! E olhem, se usassem essa comigo, resultaria totalmente. Talvez vocês não saibam, mas eu sou apaixonada pelo Cinna. Se o mencionassem numa cantada, eu não teria como me controlar.

4. Você é como um dicionário: adiciona significado à minha vida.
Essa é profunda o suficiente para usar num pedido de namoro, meus caros. Se vocês estão naquela fase de enrolação, mas você quer dar esse passo e simplesmente não sabe como, comece por aqui. Quem sabe vocês não estabelecem uma relação semântica?

5. O seu sorriso é como um Expelliarmus. Simples, mas desarmante.
Quantos de nós não se derreteriam ao escutar essa cantada? Ela tem tudo o que uma boa cantada deve ter: jogos de palavras, fofura e referências a Harry Potter. Simples, porém desarmante. E desculpem a redundância.

6. O.k.?
Essa é para todos os fãs de A Culpa É das Estrelas. Porém, não posso garantir que a pessoa em questão não desate a chorar, ao invés de cair na sua. Use com precaução – e certifique-se de que o leitor já teve tempo para sarar suas feridas e restaurar-se da fase de desidratação.

7. Eu comeria bagas venenosas por você.
Uma cantada digna de Romeu e Julieta! Ou, no caso, de Peeta e Katniss. (Atenção: ter cuidado com possíveis stalkers. Sim, isso é uma referência a Cara de Raposa.)

8. Você sabe como posso contatar Sherlock Holmes? Eu preciso de resolver o mistério de como ganhar o seu coração.
Okay, essa provavelmente funciona mais rapidamente com alguém que assista Sherlock Holmes, da BBC, do que com qualquer leitor. Minha sugestão: procure alguém que conheça ambos e a cantada ganha o dobro da potência. E não, essa última frase não é ambígua propositalmente.

9. Você usou um Feitiço de Fixação Permanente? Porque eu não consigo tirá-lo da cabeça.
Como uma verdadeira bruxa, essa fui eu mesma que inventei. Já se sentem orgulhosos de mim? E mais! Eu posso garantir que ela funciona por experiência própria, mas deixe quieto.

10. Eu não fui um grande fã de “Comer” e “Orar”, mas não há nada errado com “Amar”.
Essa é tão engraçada quanto inteligente, tenho que admitir. E a melhor parte é que não só leitores compreenderão, como… bem, basicamente qualquer pessoa que tenha prestado atenção à realidade nos últimos anos. Polivalente, não é?

11. Nós poderíamos fazer uma biblioteca tão linda juntos.
Para mim, essa aí é frase de pedido de casamento. Sério. Você fala em biblioteca partilhada, em penso em morar junto e casar e ter filhos. Mas eu juro que sou normal.

12. Eu conheço um ótimo restaurante no fim do Universo.
Esta é uma cantada que só funciona com um leitor muito bom, género o nosso Wesley. É uma referência a’O Guia do Mochileiro das Galáxias e… é simplesmente espetacular – para além de engraçada. Muito como a trilogia (de cinco livros) em si.

13. I don’t have a library card, but do you mind if I check you out?
Se você é o tipo de leitor que se dá bem com o inglês, pode usar essa. Ela é intraduzível devido ao jogo de palavras que a torna engraçada: “check out” tanto pode significar trazer um livro da biblioteca, usando seu cartão de sócio, como pode significar ficar encarando alguém. É muito engraçada, e ainda exibe sua pronúncia britânica sexy (se não tem uma, minha sugestão é que a arranje).

E aqui está, meus amores. Treze cantadas que vão ajudá-lo a fazer o seu leitor mais-que-tudo a desviar o olhar daquele livro lindo e a fixá-lo em você. Ah, mas não literalmente! Não o interrompa a meio da leitura, sério. Cantada nenhuma o ajudará depois disso. E não tem de quê! Até para a semana!

(Retiradas de:




2 comentários:

  1. Se a timidez dele e minha ajudassem, eu daria a cantada do dicionário ou da biblioteca! Meu Deus, obrigado por colocar Sofs nesse mundo com a ideia desse post e obrigado por coloca-lo no meu caminho. Aquele nerd lindo! <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Victória! Desculpa a demora em te responder, minha linda! :)
    É complicado, mas ultrapassar a timidex compensa, acredite ;) Hehe Aproveite que achou um nerd lindo, muita gente está ainda procurando! :33
    Beijão, linda, obrigada!

    ResponderExcluir