22 de set de 2012

Capítulo 10

All done, nothing can go wrong



Jeremy estava revirando a cozinha de Sarah.
— Você só tem porcaria aqui? — Ela gargalhou.
— Só o que eu gosto de comer.
— Ou seja, porcaria. — Continuou a rir.
— Jeremy, eu não tô com fome.
— São 4 horas da tarde, e você só comeu miojo desde que saiu da escola. — Fechou a geladeira, desistindo. — Tá bem, vamos pedir alguma coisa.
— Tudo bem.
Jeremy pegou seu celular e discou o número da pizzaria. Pediu uma portuguesa pequena, a preferida de Sarah. E ele sabia disso.
Eles ligaram a TV e ficaram vendo qualquer coisa e conversando sobre o suposto namorado de Hayley.
Depois de alguns minutos a pizza chega. Jeremy paga o entregador, e eles se sentam no tapete mesmo. Sarah pega alguns copos para o refrigerante.
— Uau, portuguesa. Adoro. — Jeremy sorri ao ver Sarah comer.
— É, eu sei.
O celular de Sarah vibra.
— Opa, um torpedo. — Ela tira o celular do bolso.
— Já? — Jeremy.
“J.F. quer te conhecer.” Ela lê em voz alta.
— J. F.? — Jeremy ri.
— Sim, e depois vem o numero dele. Ok, vamos ligar.
— Mas já?
— Sim Jeremy!
— Ok, você que manda.
Ela disca o número.
— Coloca no viva-voz!
— Tá.
— Alô?
— Oi.
— É... Então. Meu nome é Sarah, e eu recebi um torpedo do site...
— Ah! Sei. Então, você é a garota?
— Não, eu sou amiga dela. Na verdade, eu quero achar um namorado pra ela.
— Hum... Sei. Tá como cupido né? — Jeremy ri.
— Quem riu?
— Meu amigo, Jeremy. Ele tá me ajudando.
— É, somos 2 cupidos. — Jeremy diz.
— Amigo, somos 3. Na verdade, eu queria arranjar uma garota pro meu irmão, que terminou com a dele.
— Oh... Beleza. Entendi. — Sarah.
— Tá bom, então... Vamos arranjar um encontro?
— Ok. Onde? Quando?
Jeremy e Sarah se entreolham.
— Que tal naquele novo shopping que abriu? Tem um restaurante muito legal no 3º andar... E quando... Pode ser nesse sábado?
— Ah, sei! Ok, numa boa pode sim. Vou falar com ele.
— Só mais uma coisa.
— O quê?
— Ela não sabe... Ela é meio orgulhosa pra achar namorado. Então vamos fazer um encontro casual, certo?
— Tudo bem, sem problema.
— E outra, qual é o seu nome?
— Zac.
— Ok Zac. Tem como você levar sua namorada? Assim fica um encontro de 3 casais. — Sarah olha pra Jeremy. — Eu vou com Jeremy.
— Tudo bem, eu levo Emily.
— Ok. Valeu Zac, até mais.
— Até.
Ela desliga o telefone.
— Pronto! — Indaga Sarah. Jeremy está com um belo e grande sorriso nos lábios. Não só por ele achar alguém para Hayley, mas também por ele ir com Sarah a esse lugar. Ela era uma ótima companhia.
Enquanto isso, na casa dos Farro...
— Haha! Hey mano, já temos um encontro pra você nesse sábado! — Zac diz eufórico.
— Mas já? — Pergunta Josh perplexo.
— Sim.
— Como é o nome da menina?
— Eu falei na verdade com a Sarah, amiga dela. É que ela tá querendo arranjar um namorado pra menina.
— Mas ela sabe?
— Não. É uma surpresa. Vai ser assim, a gente finge que se conhece, a Sarah apresenta você à garota – que pelo sistema do computador tem tudo a ver com você – e vocês se conhecem e se namoram. — Disse Zac convicto, como se fosse a coisa mais fácil do mundo.
— Ah, entendi. Onde vai ser?
— No restaurante do shopping.
— Ah, entendi.

[...]

— Josh... Josh... — Sussurrava a pequena Belle, acariciando os cabelos do irmão mais velho, tentando o acordar. — Vai Josh, levanta... você tem escola. — Ela tentava, mas Josh nem sequer se mexia. Ele e seu sono pesado...
Isabelle, desistindo, decidiu ser mais radical.
— JOSH! — Gritou enquanto o balançava na cama. — JOSH! ACORDA! VAMOS! — E ele nada.
Como todos os planos de Isabelle falharam, ela decidiu usar de sua ultima e mais poderosa arma.
Foi até a cozinha, encheu um copo d’água, foi até o quarto do irmão e o despejou em seu rosto. Ele levantou na hora, todo molhado.
Isabelle começou a rir gostosamente. Era legal sacanear o irmão.
— Bom dia, príncipe do mar. — Ela disse com a barriga doendo de tanto rir. Ele revirou os olhos.
— Bom dia Belle. Não tem nada pra fazer não?
— Mamãe me mandou te acordar. Eu só a obedeci.
— Hum... sei como você é uma menina obediente. Mas dá licença, vou trocar de roupa. E ah, eu vou me vingar!
— Você sempre diz isso... — Disse Isabelle saindo do quarto, ainda rindo. Foi até o quarto de Zac, ele seria sua próxima vítima.
Olhou o relógio e novamente caiu na cama, mesmo molhado.
Mais um dia de aula; Mais um dia agüentando os momentos histéricos de Jenna; Mais um dia zoando os outros com Tyler, Van e Ryan (que já estava ficando chato, vale constar); Mais um dia escutando aulas chatas de professores chatos; Mais um dia tento que aturar Hayley.
Ele realmente não queria ir para a escola. Mas decidiu levantar-se, antes que Isabelle “o acordasse” novamente.
Foi até o banheiro, tomou banho e saiu. Vestiu sua roupa e foi até a cozinha, tomar café.
— Tomou banho da Belle também? — Perguntou a Zac, que tomava um copo de suco.
— Como se eu escapasse; Ei, hoje é sexta-feira. Amanhã encontramos a garota.
— Eu sei Zac...

[...]

Josh caminhou devagar até a escola. Chegando lá, ele viu Jenna, conversando com os garotos. Ela havia matado dois dias de aula, e provavelmente estava falando pros caras o quanto Josh era insensível.
Assim que ela viu Josh chegar, fez o inimaginável. Agarrou Tyler pelo pescoço e lhe deu um baita beijo, deixando todos de cara.
Enciumado, ele foi até lá tirar satisfações.
— Mas que merda é essa aqui? — Disse bufando.
Jenna continuou com o braço em volta do pescoço de Tyler.
— Qual é cara, vocês não namoram mais! — Tyler. Ele parecia sem nenhuma vergonha ou culpa. Ela, bem, era claro que estava fazendo apenas ciúmes em Josh.
— Mal termina e já sai agarrando meu melhor amigo, né? Aff, Jenna. — Ele bufou novamente antes de acertar a cara de Tyler com um soco. Estava irado.
“Agora que eu vou namorar com essa menina que o Zac achou na internet mesmo.” Pensou Josh com raiva, já que estava meio desanimado com isso.
Ele não prestou atenção nas aulas, estava com muita raiva pra isso. Mas estava decidido em conhecer a tal “amiga de Sarah”, como era denominada.
Saiu da aula e foi até a floricultura. Comprou um ramo de rosas amarelas e voltou pra casa.
Zac se animou mais ainda quando soube que Josh seria um cavalheiro com a tal moça. Emily concordou em ir com Zac no “encontro”.
Enquanto isso, Jeremy e Sarah estavam caminhando em direção a casa de Hayley.
— Isso não vai dar certo...
— Deixa de ser pessimista Jerm! Eu já falei. Vai dar super certo, a Hayley vai arrumar o príncipe encantado pra ela, vai ficar feliz e o mundo se acaba em flores e felicidades!
— O mundo se acabar em quê? — Jeremy arregala os olhos e Sarah gargalha.
— Ok, esqueça a parte do mundo se acabar. Mas vai dar tudo certo, confia em mim. — Ela deu seu melhor sorriso e Jeremy se acalmou. Ou não.
Chegando até a casa de Hayley, Sarah tocou a campanhinha. Christie atendeu.
— Oi Sra. Williams.
— Oi Jeremy e Sarah, Hayley está no quarto. — Disse de imediato. Eles entraram e foram até o quarto de Hayley, onde ela escrevia algo no papel. Provavelmente fazia o dever para casa.
Felizmente para ambos, Hayley aceitou ir até o shopping com eles no dia seguinte. Mesmo relutando um pouco, Sarah a convenceu.
Saindo de lá, Sarah e Jeremy ligaram para Zac pra acertar os últimos detalhes.
Tudo feito, nada poderia dar errado. Ou pelo menos, é isso que eles pensam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário