16 de set de 2013

[FILME] Flores Raras

Diretor: Bruno Barreto
Ano: 2013
Elenco: Glória Pires, Miranda Otto, Marcelo Airoldi, Tracy Middendorf.

















Um dos poucos, se não for o único, filmes nacionais a ter o casal principal formado por duas mulheres, Flores Raras chamou me atenção assim que vi o primeiro trailer. Com atrizes renomadas, inclusive Miranda Otto atuou em Senhor dos Anéis, e um diretor conhecido internacionalmente, o filme recebeu os olhares de todos os amantes de cinema.
Flores Raras, que é baseado no livro Flores Raras e Banalíssimas, conta a história da poeta norte-americana Elizabeth Bishop, e da arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares; ambas tiveram extrema importância na década de 50. Elizabeth vem ao Brasil em busca de inspiração para novos poemas e se hospeda na casa de Mary, uma antiga amiga dos tempos de faculdade, que mora com sua companheira Lota.
No começo Lota e Elizabeth não se dão muito bem, precisando da intervenção de Mary, que não enxergava Elizabeth como uma ameaça à seu relacionamento com Lota. Mas assim que a brasileira consegue compreender e conhecer mais de Bishop, as duas começam um relacionamento, formando o triângulo amoroso do filme.
A questão é que o filme abrange bem mais que o relacionamento de Lota e Elizabeth, ele traz de forma poética, o Brasil elitista de 1950 e os acontecimentos políticos que precederam a ditadura. O filme também deixa bem claro como cada ser humano é único e diferente, e que nunca conhecemos totalmente nem aqueles que amamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário