23 de ago de 2013

[RESENHA] Fazendo Meu Filme, de Paula Pimenta

Título: Fazendo Meu Filme
Editora: Gutenberg

Ano: 2008, 2009, 2010 e 2012.
Páginas: 327, 325, 418 e 605. Ao todo 1,675.
Skoob:


Sinopse:


Fazendo Meu Filme - A Estreia de Fani

Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. 
“Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. 


Fazendo Meu Filme 2 - Fani na Terra da Rainha



Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras, a nossa doce e querida Fani volta ainda mais divertida e encantadora. O segundo volume do livro Fazendo meu filme apresenta as aventuras de Estefânia Castelino Belluz na terra da rainha. Sim, na Inglaterra! Longe do grande amor, ela passa por momentos de alegria, dor, saudade, tristeza e, mais do que isso, pode conhecer melhor a si mesma. Sem deixar de lado suas amigas inseparáveis e sua família, ela consegue, no outro continente, viver momentos cheios de suspense, revelações, aventuras, descobertas e emoções fortíssimas! Feliz, triste, preocupada, ansiosa, temerosa, otimista, insegura, cheia de si, apaixonada, desiludida, seja como estiver, Fani mostra a cada página deste livro que não é mais aquela menina tão frágil que muitas vezes se escondia por trás de sua timidez.

Mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer intercâmbio e morar fora por um ano, este livro fala de um grande e delicado amor. Em meio a uma avalanche de sentimentos e acontecimentos surpreendentes, ela consegue viver intensamente na Inglaterra, conhecendo pessoas que conquistam seu coração e sua amizade para toda a vida. Porém, o melhor filme de sua vida ainda está para ser contado, ou melhor, vivido…


Fazendo Meu Filme 3 - O Roteiro Inesperado de Fani


Um turbilhão de sentimentos e emoções. Assim podemos definir o terceiro volume de Fazendo meu filme. No mais intenso livro da consagrada série, Fani, agora com dezoito anos, volta da terra da rainha mais segura, mais madura, e logo se dá conta de que já não é mais a mesma menina que viajou para a Inglaterra, cheia de anseios e temores. Agora, as expectativas estão voltadas para o vestibular e o tão sonhado namoro com Leo. Mas, como em um bom filme, sua vida é cheia de surpresas, alegrias, decepções e conflitos. Estefânia Castelino Belluz terá de fazer escolhas difíceis e corajosas. Seja em confusões no namoro, nas dúvidas do vestibular, nas relações com a família ou com as amigas, Fani passa por várias novas experiências e continua a fazer o seu filme, por caminhos às vezes cheios de romance e felicidade, às vezes duros e nebulosos. A envolvente série, que já conquistou milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil, promete, neste terceiro livro, muito mais emoções. E o comovente filme de Fani continua a ser escrito...


Fazendo meu filme 4 - Fani em busca do final feliz


O destino pode ser cruel, como sua cartomante disse. O amanhã pode não existir, como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar, como os cientistas preveem. Mas nada vai ter força para apagar o meu sentimento. Você pode ir para longe, se esconder, sumir. Mas eu vou continuar te amando. Para sempre.” Depois de uma ríspida separação, Fani e Leo agora têm que seguir caminhos diferentes. Porém, as juras de amor feitas no passado deixaram marcas profundas em seus corações, e, mesmo anos depois, eles ainda sentem as consequências daquele trágico dia. Será preciso mais um encontro, para que eles possam finalmente entender o que houve e libertar um ao outro? Ou será que isso devastaria ainda mais o seu destino? Acompanhe os apaixonantes personagens de Fazendo meu filme no livro final da série best-seller que conquistou milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil. Não perca o desfecho dessa emocionante história de amor e prepare-se para torcer muito pela nossa querida Fani, nas cenas finais da sua busca pelo merecido final feliz.





Peguei o primeiro livro novamente (acho que já o li umas três vezes, fora às vezes que revi trechos) para ver os dados para resenha e relembrar, e quando vi... Capítulo 4. É assim com a série Fazendo Meu Filme, da nossa amada mineirinha Paula Pimenta.

O livro nos priva de qualquer coisa que estejamos fazendo no momento e nos coloca na realidade de Fani Castelino Belluz, e com os quatro volumes dessa saga, você vai viver suas aventuras do colegial até um pouco mais do final da faculdade.



“Mas você sabe que a nossa história é cheia de reviravoltas. Parece que o destino constantemente nos testa, nos usa como um brinquedo. Alguém lá em cima deve adorar colocar tanto drama em minha vida. Quando estou no auge da felicidade, aparece algo que me presenteia com o ápice da tristeza.” Fazendo Meu Filme 4, pág. 578.




É incrível a forma que a escrita da Paula não nos faz querer fazer nada mais além do ler aquele livro. Os sentimentos fortes que são passados para nós pela escrita leve em primeira pessoa são magníficos.

Você vai se deixar conquistar pelo jeitinho tímido e fofo da Fani, do bobalhão do Leo (que pra mim é igual ao Leo de Heróis do Olimpo, haha), da Gabi, da Natália, do Christian (pessoalmente, ele é o meu galã), da Tracy... Eles são personagens totalmente reais e errantes, cheio de qualidades e defeitos, e são como alguém que você pode encontrar no dia a dia.

Não esquecendo a história, é claro, que é uma das mais perfeitas que eu já tenha lido. O romancezinho entre Leo e Fani não é minha parte preferida do livro, admito, apesar de suspirar e pirar junto com Fani – e no último com Leo também! – a cada parte. Eu amo a relação de amigos entre os personagens, o cotidiano, as confusões – que são tantas! – e, principalmente, as viagens.

Fani embarca para fora do país duas vezes na história, e como eu amo viajar, esses são meus livros favoritos. Conhecer lugares novos – e nunca deixando nenhuma brecha para nos deixar perdido, essa é a Paulinha – através do livro é uma experiência incomparável.

Outro fator positivo é de vez em quando saber o ponto de vista de outros personagens da história, através de e-mails. O livro em si tem várias conversas de telefone, cartas, bate-papos, e principalmente e-mails. Isso não deixa a leitura cansativa, mas ao contrário, é bem legal vê-la usando tanto do nosso dia a dia. Deixa tudo mais descontraído.

A Fani tem uma mania muito lindinha, de sempre anotar suas falas prediletas do filme. Todo começo de capítulo há um trechinho desses filmes, que fala sobre o capítulo. Eu tenho um apego especial por aqueles trechinhos que são tão lindamente encaixados e pensados para o capítulo, por que eles são sempre tão bem expressados e alguns até poéticos.

As capas de FMF são as coisinhas mais lindas do mundo, vamos combinar. Vários objetos especiais que aparecem durante o livro e as cores lindas ficaram um amor. Sem falar no depoimento dos leitores atrás, foi um dos gestos mais legais que já vi. O que eu não gostei é que o material da capa é muito ‘frágil’, e como eu vivo emprestando esse livro – com a mão no coração –, as bordas acabam ficando desgastadas. O espaçamento ficou divino.

O crédito dessa saga maravilhosa é o Diário da Fani, que é uma agenda bem especial com um capítulo extra, as datas dos aniversários dos personagens e várias frases do livro em cada página. Vale a pena conferir. O chato é que ela é bem carinha para o preço normal de uma agenda. O preço normal é 39,90, e agora está por 31,90 na Saraiva Online. Continua carinha, pois as agendas da Capricho, que são as mais caras, costumam custar 25 – onde eu moro, ao menos. Mas não tem como contestar que ela é super linda, afinal.



E tem outra ainda! Vai lançar por agorinha a edição especial de colecionador, com os quatro no mesmo volume. Pelo que dá pra ver, vai ficar bem bonito. A capa tá um amor, com as quatro reunidas, e as folhas vão ser amarelas e a capa dura. A edição é limitada, de aniversário de cinco anos da série, e o livro vai ser lançado na bienal do Rio.







Extra: A Paula vive fazendo turnês pelo Brasil, e se você quiser conhecê-la algum dia, é só checar sua agenda pra ver a próxima vez que ela vai passar em sua cidade divulgando seu último lançamento. Ela dá brindes super fofos, e é super simpática e linda. Eu conheci ela esse ano ainda (no lançamento da segunda temporada de Minha Vida Fora de Série), e foi um momento muito especial. Pra mim ela é uma das autores mais meigas do mundo, e você pode notar isso com os videozinhos atualizando os fãs no youtube, ou com sua presença no twitter.





2 comentários:

  1. Morrendo de vontade de ler *----*

    Adorei a resenha!

    Beijo

    http://agarotaeotempo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Own, obrigadão! Tomara que consiga os livros, são <3.
    Beijos, obrigado de novo! :))

    ResponderExcluir